Visualizações: 10


Piauí apresenta potencialidades no Fórum de Investimentos 2019

Com cerca de 1.500 participantes entre executivos de grandes empresas.
créditos: cidadeverde.com

Com a proposta de promover as potencialidades econômicas do Piauí e atrair novos investimentos para o Estado, a Companhia de Terminais Alfandegados do Piauí - PORTO PI, juntamente com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, participa do Brazil Investment Forum - BIF 2019 (Fórum de Investimentos Brasil), um dos maiores eventos de atração de investimentos na América Latina, que acontece até hoje (10), em São Paulo.

O fórum, idealizado com o objetivo de atrair investidores estrangeiros para o país, é promovido pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), do Governo Federal, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), durante dois dias (10 e 11 deste mês). O Piauí conta com estande para atendimento a investidores, onde o Assessor de Comércio Exterior da Companhia, Marcos Vinícius, aponta o caminho para os investimentos no Estado.

“O Fórum de Investimentos Brasil se apresenta como uma oportunidade ideal para o contato com investidores estrangeiros, com a possibilidade de apresentar as vocações econômicas do nosso estado, baseado num cenário favorável para a chegada de novos investimentos”, avalia o assessor.

O Governador do Piauí, Wellington Dias, também está no evento, onde ministrou, na manhã desta sexta-feira (11), uma palestra destacando o avanço do Estado nas Parcerias Público Privado (PPP) e a moderna legislação de incentivos que facilita a atração de investimentos. Desta forma, a participação do governo piauiense, que também conta com a presença do titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Igor Neri, e o seu superintendente de Atração de Investimentos, Ulysses Moraes, visa intensificar, por meio de diálogos com investidores, a promoção das potencialidades do Estado, destacando as melhores oportunidades para investir no Piauí.

Com cerca de 1.500 participantes entre executivos de grandes empresas, formadores de opinião, representantes de alto escalão do governo, investidores estrangeiros e empresários brasileiros, o evento abre oportunidades de investimentos em setores estratégicos da economia brasileira, como infraestrutura, energia, agronegócios, tecnologia e inovação.

 

 


COLUNISTA
Eudes Martins
COMPARTILHE O LINK DA MATÉRIA