Visualizações: 9


Adapi prorroga prazo de vacinação contra febre aftosa

O calendário que, anteriormente, estipulava o prazo entre os dias 1º e 30 de maio, foi alterado e agora se estende até 15 de junho para a vacinação.
créditos: cidadeverde.com

Após requerimento junto ao Ministério da Agricultura, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapi) decidiu prorrogar a primeira etapa da Campanha de Vacinação Contra Febre Aftosa em 2019. O calendário que, anteriormente, estipulava o prazo entre os dias 1º e 30 de maio, foi alterado e agora se estende até 15 de junho para a vacinação.

Até esta data, os produtores poderão adquirir as vacinas em uma das mais de 300 lojas veterinárias cadastradas e fiscalizadas pela a Adapi. Da mesma forma, o período para certificação foi ampliado até 30 de junho, 15 dias após o final do prazo para imunização dos rebanhos.

“Atualmente, o estado se mantém como território livre de febre aftosa com vacinação. O que nós pleiteamos junto ao Ministério da Agricultura é que, em 2020, possamos ser livre da doença sem vacinação. Ganha o produtor, ganha o Estado e ganha principalmente a sociedade, por poder adquirir produtos de origem animal com certificado de qualidade”, explica o gerente de segurança animal da Adapi, Idílio Moura.

A meta do Governo do Estado é que a cobertura vacinal alcance o percentual mínimo de 90% dos rebanhos bovinos e bubalinos do Piauí, hoje estimados em 1,73 milhões de animais, distribuídos em 65 mil propriedades. Todos os bovinos e bubalinos deverão ser imunizados independente da faixa etária.

A vacina deste ano possui uma diferença em relação a anos anteriores. A dose, antes de cinco mililitros, agora é composta apenas por dois mililitros.

 

 

 

 


COLUNISTA
Eudes Martins
COMPARTILHE O LINK DA MATÉRIA